O Blog no Fim do Universo

  • Planeta de 140 caracteres

    • "Darshany, pq vc ainda está acordada?" 1 day ago
    • Sou gamada no Jason Statham 1 day ago
    • esperar loteria way of life 1 day ago
    • Depoimento só pro twitter. Pro fb ainda n sei, mts fiscais de dieta por lá 1 day ago
    • Não tô feliz por estar mais magra. Estou feliz por estar me sentindo muuuuuito melhor do que antes. 1 day ago
  • Mais Acessados

    • Nenhum
  • Já pegaram a nave

    • 30,281
  • posto de posts

Posts Tagged ‘vitória’

Bon Appetit!

Posted by Darshany L. em 25/02/2010

Excelente. É essa a sensação que Julie & Julia passa quando já está nos créditos finais: de ser um filme excelente. “Não acaba não, por favor!” é o que dá vontade de pedir.

Meryl Streep como Julia Child

Nos papéis principais temos Meryl Streep como Julia Child, indicada ao Oscar mais uma vez,  e Amy Adams como Julie Powell. A vida de Julia se passa na França dos anos 40, onde mora com o marido Paul (interpretado por Stanley Tucci) e quando decide se matricular em um curso de culinária para ocupar o seu tempo. Para Julia é um desafio, pois só há homens matriculados e todos parecem não respeitar o fato de uma mulher desejar ser uma profissional na área. Mas isso não impede que ela tire o seu diploma, de modo que a sua trajetória na arte culinária resulta no livro Mastering the Art of French Cooking, que leva as delícias da comida francesa às donas de casa americanas.

Amy Adams no papel de Julie Powell

Já Julie Powell é uma jornalista nos anos 2000, decepcionada com seu emprego de secretária e que sonha em ser reconhecida como escritora. Para tentar sair da monotonia e dar uma repaginada na sua vida, resolve fazer todas as 524 receitas do Mastering the Art of French Cooking em 365 dias. Apoiada pelo marido Eric (personagem de Chris Messina), Julie cria um blog no qual narra suas experiências na cozinha. Os posts vão além da culinária, e ela passa a dividir com seus leitores momentos de sua vida enquanto tenta cumprir o prazo, o que leva seu blog a ser um sucesso.

À primeira vista, parece um filme simples, sem grandes surpresas. Mas a magia vem pelo fato de serem duas histórias reais, contadas ao mesmo tempo. O roteiro acertou em cheio ao montar o filme entrelaçando a vida de Julie com a de Julia. Mesmo em épocas diferentes, podemos ver semelhanças entre as duas, como a persistência em busca de um objetivo. As atuações estão ótimas, destaque claro para Meryl Streep como uma grandalhona de voz engraçada. Amy Adams também acerta com a doce Julie, que nos proporciona momentos de muitas risadas com seus pequenos surtos.

A direção ficou por conta de Nora Ephron, e arrisco dizer que foi sua mais brilhante até então. O longa consegue prender o espectador, como se duas horas de filme tivessem passado rápido demais. Afinal, temos que nos preocupar em torcer para duas heroínas.

Trailer:

Curiosidade: o blog da Julie mostrado no filme é igual ao real. Para ver, é só clicar aqui. O atual blog da escritora é esse daqui.

Julie & Julia (2009, 123 min) está em cartaz nos cinemas. Confira a programação em Vitória clicando aqui.

Posted in cinema, resenha | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , | 5 Comments »

Amores perdidos

Posted by Darshany L. em 12/01/2010

Não, eu não errei o título novamente, como vai sugerir minha querida prima, cuja companhia no cinema foi fundamental. O filme é Abraços Partidos, última obra-prima do cineasta Pedro Almodóvar, mas o título do longa poderia ser Amores Perdidos sem o menor problema. Porque é essa a sensação que o filme passa o tempo inteiro: uma história de perdas.

Cena de Abraços Partidos

Além das perdas que já nos são apresentadas na primeira metade do filme, Abraços Partidos nos dá vários sinais de que algo pior está por vir. Chega a ser óbvio, em certo momento. Mas talvez seja essa mesma a intenção de Almodóvar, que incluiu no longa diversas referências a outras obras cinematográficas, diretores e a si mesmo – porque não?

Um diretor de cinema e roteirista que é cego (personagem de Lluís Homar) guarda em sua memória as lembranças de um romance que viveu com Lena (Penélope Cruz), 14 anos atrás. A história desse passado é revelada ao longo do filme. Paixões intensas, obsessão, tragédia e até mesmo comédia, montam o cenário de Abraços Partidos, que leva o espectador da risada ao choque de uma cena à outra. Isso sem contar a estética impecável do filme.

Trailer:

Em Vitória, Abraços Partidos está em cartaz no Cine Jardins, com sessões às 19h e às 21:20h. Saiba mais aqui.

Posted in cinema, resenha | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , | 2 Comments »

II Fórum de Mídia Livre

Posted by Darshany L. em 04/12/2009

II FML

Esse blog apóia, acompanha e participa do II Fórum de Mídia Livre.

Confira a programação, acompanhe ao vivo, participe, é só entrar no site do FML clicando aqui.

Siga o twitter: @midialivrevix

Hashtags para acompanhar coberturas via twitter: #fml #midialivrevix

Posted in post-filtro | Etiquetado: , , , , , , | 3 Comments »

Música capixaba compõe trilha de Viver A Vida

Posted by Darshany L. em 01/11/2009

Em julho, fui ao show da Adriana Calcanhotto, uma das minhas cantoras preferidas, aqui em Vitória. Para abrir, escolheram uma cantora capixaba chamada Tamy, da qual já tinha ouvido falar várias vezes em assuntos pseudo intelectuais na faculdade. Mas nunca tinha parado realmente para conhecer o trabalho dela, nenhuma música nem nada. Nem no show que ela fez antes da Adriana prestei atenção (mas juro que a culpa não foi minha).

Ontem, em mais uma conversa louca com minha amiga Fiorella, fico sabendo que uma música linda de uma cantora capixaba Tamy (que coincidência!) está na trilha sonora da novela Viver a Vida, da Globo – a qual assisti à duas cenas e olhe lá. Portanto, não cheguei a ouvir a música na novela. Fiorella me passou o site da cantora, e eu reconheci aquela que estava lá antes da Adriana subir ao palco. Fui direto ouvir a tal música (Vem Ver) e, para minha surpresa, a música é bem bonita – e bem a cara das novelas do Manoel Carlos mesmo. Me deu até um leve arrependimento de não ter prestado atenção no show dela.

Tamy

Tamy, cantora capixaba

Tamy é bem conhecida aqui no Espírito Santo, e está com tudo no cenário cultural capixaba. Vem Ver faz parte do seu segundo CD, “Tamy”, com canções todas compostas pela artista. A música foi escolhida pelo diretor musical da Rede Globo para integrar a trilha de Viver a Vida, mas dizem por aí que foi o próprio Jayme Monjardim quem escolheu.

Vale a pena visitar o site da Tamy e conferir algumas músicas, que misturam mpb, bossa nova e soul com batidas eletrônicas. Músicas bem gostosinhas de ouvir em um fim de tarde chuvoso – que é a minha atual situação.

No mais, é bem provável que eu não vire grande fã da cantora, mas vale mostrar aqui que cantores talentosos do Espírito Santo também tem o seu lugar no cenário musical nacional.

Posted in música | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comments »